Interview: Software livre garante liberdade e soluções criativas em arquitetura

Software livre garante liberdade e soluções criativas em arquitetura

 

O que começou com um motivo econômico acabou se tornando um diferencial no mundo da arquitetura. O case do escritório Uncreated.net foi contado para os participantes do 16º Fórum Internacional Software Livre (FISL) pelos sócios Maíra Zasso e Yorik van Havre. “O custo das licenças dos softwares de arquitetura por pessoa por ano é muito elevado. Só por causa desta questão seria inviável abrir um escritório”, declarou Maíra. Como utilizar a pirataria nunca esteve nos planos da dupla, buscar alternativas no universo de softwares livres foi o caminho natural.

“Não temos programas equivalentes ainda, às vezes é preciso usar mais de um programa para fazer alguma coisa”, explicou van Havre. Mas o que poderia ser um problema, acabou sendo uma vantagem. “Temos duas grandes multinacionais hoje em dia que trabalham com sistemas para arquitetura, o que limita e padroniza os trabalhos dos profissionais. Nós temos uma visão mais libertadora da arquitetura e isto nos obriga a pensar em novas soluções com as ferramentas que temos”, afirmou. Com a prática, o fato de usar dois ou três programas para desenvolver um projeto já virou rotina; o problema é encontrar alguém que não se importe de trabalhar desta maneira.

Van Havre também trabalha com programação e, por não encontrar no universo de programas de código aberto todas as soluções que precisava, começou a participar do desenvolvimento de soluções. “Este é um universo muito colaborativo e queríamos mostrar para as pessoas que era possível fugir do padrão”,

Com a utilização de softwares de código aberto, os arquitetos acabaram se aproximando do movimento software livre e percebendo que tinham muita identificação com a sua filosofia. “Nossos projetos não são feitos apenas pensando no que é melhor para nós ou para nosso cliente, mas no que seria melhor para todo mundo”, disse Maíra. O resultado do trabalho veio através do prêmio Saint-Gobain, conquistado neste ano.
Com assessoria de imprensa do FISL.

Leave a Reply